22 Fev, 2018

Arranque da segunda volta do campeonato deixa Oliveirense KO

José NevesFevereiro 2, 201811min0

Arranque da segunda volta do campeonato deixa Oliveirense KO

José NevesFevereiro 2, 201811min0
Com nova derrota a Oliveirense perdeu terreno para o trio da frente no arranque da segunda volta do campeonato. Vê aqui este e outros destaques desta ronda.

 

Benfica mantém liderança em Tomar

SC Tomar 2-5 SL Benfica

As águias iniciavam a segunda volta do campeonato e defendiam a sua liderança isolada frente a uma equipa do Tomar a realizar uma época bastante positiva, e com a moral em alta para tentar derrubar o líder. Desde cedo o Tomar tentou mostrar o que valia levando o jogo para a meia pista encarnada na tentativa de surpreender a equipa de Pedro Nunes, e logo aos 30 segundos da partida, após uma rápida incursão de Pedro Martins pela direita, o defesa-médio nabantino foi derrubado dentro da área, na marcação da respectiva grande penalidade Paulo Passos não vacilou e colocou o Tomar na liderança. A resposta do Benfica foi tímida e a ideia que passava era que seria preciso uma jogada individual para desbloquear o jogo encarnado, e foi mesmo desta forma que o Benfica chegou à igualdade, com uma jogada de génio de Carlos Nicolia a recuperar a bola e a ludibriar o defensor e o guarda redes. Com o empate o Benfica acordou e até ao intervalo marcaria por mais 2 ocasiões, a primeira por João Rodrigues a completar uma jogada de superioridade numérica dos encanados, e depois por Miguel Rocha numa fortíssima meia distância à entrada da meia pista nabatina. O resultado ao intervalo de 1-3 castigava uma equipa do Tomar que se apresentou muito bem organizada, e capaz de anular o colectivo encarnado, mas não conseguiu ter o antídoto para as individualidades, principalmente de Carlos Nicolia.

A primeira metade do segundo tempo teve menos emoção, com o Tomar à procura de reduzir e com o Benfica na procura de arrumar com o jogo, mas nenhum dos dois conjuntos conseguiu levar a melhor perante Pedro Henriques e Diogo Alves. Até que a cerca de 12 minutos do fim o Tomar ganhou novo ânimo com o golo de Hernâni Diniz, com o jovem avançado do Tomar a avançar pela direita e já com pouco ângulo a rematar e a bater um Pedro Henriques que não ficou bem na fotografia. Nos minutos seguintes o Benfica acusou o golo e o Tomar viveu o seu período de maior ascensão, encostando as águias às imediações da sua baliza. Mas os leões de Tomar não conseguiam igualar a partida e já nos derradeiros 3 minutos, a sociedade entre Tiago Rafael e Carlos Nicolia sentenciou o jogo, primeiro com o argentino a descobrir Tiago Rafael ao segundo poste para o 2-4, e no minuto seguinte com o português a retribuir o favor e a assistir o argentino para o 2-5 final. Um jogo em que o Benfica não se apresentou no seu melhor, e perante um Tomar aguerrido e ambicioso, mas que ainda assim não conseguiu roubar pontos ao líder do campeonato.

Grândola deu trabalho mas campeão fica com os três pontos

HCP Grândola 2-7 FC Porto

Depois de finalizar a primeira volta do campeonato com a recepção ao Benfica, o lanterna vermelha iniciava a segunda recebendo no seu pavilhão o campeão em título Porto, e mais uma vez os grandolenses mostraram que apesar da classificação, em Grândola todos os adversários têm vida dificultada. Com uma boa entrada em campo, a equipa da casa manteve os caminhos para a sua baliza bem guardados, impedindo que o Porto se adianta-se cedo e caminhasse para uma vitória tranquila. Ao invés disso foram mesmo os visitados a inaugurar o marcador através do capitão António Pereira, à passagem do minuto 11, e apesar da vantagem ter durado pouco, uma vez que 3 minutos depois o outro capitão, Hélder Nunes, restabeleceu a igualdade, o bom jogo defensivo da turma alentejana permitiu que no regresso aos balneários o marcador assinalasse um 1-1. No segundo tempo o Porto entrou com vontade de não deixar pontos num terreno onde Sporting e Benfica já amealharam 3 pontos, e aos 10 minutos da etapa complementar já os dragões lideravam por 1-3, fruto de 2 golos do principal artilheiro do campeonato, Gonçalo Alves. Ainda que o Grândola voltasse a esboçar uma reação, reduzindo para 2-3, o último quarto de hora da partida viu um Grândola quebrar física e mentalmente, uma quebra notória após 2-4 dos azuis e brancos. Para a história fica uma goleada portista na sua primeira visita à “Vila Morena”, mas fica também a muito boa réplica dada pelos campeões da II Divisão aos campeões nacionais.

Quarto lugar em risco após nova goleada

AD Valongo 10-3 UD Oliveirense

A Oliveirense de Tó Neves continua o mau momento na época, desta feita com nova derrota no terreno do Valongo. Após a goleada por 9-1 no terreno do Sporting, a equipa da Oliveirense não conseguiu dar outro resultado aos adeptos, perdendo desta vez por expressivos 10-3. Numa primeira parte em que a Oliveirense nunca esteve em desvantagem, Bargalló, Cancela e Barreiros marcaram os tentos da equipa visitante, pelo meio Xavier Cardoso e Poka responderam aos golos adversários, mas o Valongo foi incapaz de evitar que a Oliveirense regressasse aos balneários em vantagem. A segunda haveria de ser totalmente diferente com um furacão chamado Valongo a marcar por 8 vezes sem resposta, perante a apatia dos jogadores da Oliveirense. Com este resultado a equipa de Tó Neves fica já a 11 pontos do objectivo que seria o primeiro lugar, e vê o Valongo aproximar-se da quarta posição, que dá acesso à Liga Europeia.

Leões passam com distinção

C Infante Sagres 3-6 Sporting CP

Segundo e penúltimo da classificação enfrentavam-se em casa do Infante Sagres. Com o Sporting mais uma vez a fazer valer o seu colectivo, num jogo em que Zé Diogo Macedo rendeu Ângelo Girão na baliza leonina, a 5 minutos do intervalo o resultado era favorável aos visitantes por 0-2, graças aos golos de Vítor Hugo e Pedro Gil, ainda assim e já bem perto da paragem, João Paulo Candeias reduzia e mantinha viva a esperança do Infante em conseguir surpreender. Mas na segunda parte houve demasiado Sporting para pouco Infante, e mesmo sem uma exibição deslumbrante, os leões chegaram aos minutos finais com uma vantagem de 1-6, com os golos a serem apontados por Vítor Hugo, Caio, Toni Perez e Pedro Gil, e apesar de dois golos tardios da equipa da casa de Bruno Fernandes e Tiago Ferraz, que reduziram o resultado para 3-6, a equipa de Paulo Freitas carimbava a conquista de mais três pontos.

Rei dos empates volta a dividir pontos

HC Turquel 5-5 OC Barcelos

Para a equipa do Turquel este foi o 6º empate em 14 jogos, na recepção ao Barcelos, já sabedor que em caso de vitória se aproximava do 4º lugar da tabela. Com uma primeira parte dividida e com várias oportunidades de parte a parte, o Turquel acabou por ser mais certeiro chegando a uma importante vantagem de 2-0, com golos de Vasco Luís e Daniel Matias mas, e pelo 3º jogo caseiro consecutivo, voltou a desperdiçar uma vantagem de 2 golos, e numa questão de segundos permitiu o empate ainda antes do intervalo, primeiro Ruben Sousa e depois Hugo Costa deixavam tudo empatado no regresso aos balneários. Na segunda parte mais golos e mais emoção, com o Barcelos a chegar à primeira, e única, vantagem à passagem do minuto 29, mas com resposta imediata de André Pimenta no minuto seguinte. No derradeiro quarto de hora foram as bolas paradas a fazer a diferença, com Luís Silva a desfazer o empate de livre directo, mas do outro lado Ruben Sousa de penalty voltou a equilibrar o marcador. Vasco Luís também de livre directo voltou a dar vantagem aos da casa, mas mais uma vez Ruben Sousa de penalty assinou o hat trick e o resultado final de 5-5. Com este empate o Barcelos cai ao 7º posto, apesar de a apenas 4 pontos do 4º, já o Turquel beneficiou das derrotas de Paço de Arcos e Braga para cavar uma vantagem de 4 pontos para os seus dois perseguidores.

Emanuel Garcia voltou a decidir

A Juventude Viana 7-3 CD Paço de Arcos

No Pavilhão de Monserrate o aflito Paço de Arcos visitava a Juventude de Viana, outra equipa à espera de aproveitar os recentes deslizes da Oliveirense para se aproximar do último lugar de acesso à Liga Europeia. O jogo começou bem para a equipa do norte do país com Nelson Pereira a abrir o activo logo aos 25 segundos de jogo, apesar do golo madrugador o Paço de Arcos manteve-se fiel à sua estratégia e viria mesmo a dar a volta com um bis de Gonçalo Nunes. Mas ainda no primeiro tempo a Juventude de Viana acabaria por dar um forte rombo nas aspirações do clube da linha, com o inevitável Emanuel Garcia a assinar um hat trick em pouco menos de 4 minutos, e com isso a levar a sua equipa para o intervalo na frente por 4-2. Esses 4 minutos diabólicos de Garcia acabaram mesmo por ser decisivos, com a Juventude a regressar para o segundo tempo com maior tranquilidade graças aos 2 golos de vantagem no marcador, apesar disso o Paço de Arcos não deitou a toalha ao chão e Nelson Ribeiro reduzia para 4-3. Mas os 7 minutos finais foram fatais para a equipa de Luís Duarte, com 2 livres directo desperdiçados, a juntar a 2 minutos de powerplay em que não conseguiram o empate, a equipa da casa respondeu a este desperdício com 3 golos de rajada dos veteranos Emanuel Garcia, André Azevedo e Tó Silva, deixando assim o resultado em 7-3 e afundando o Paço de Arcos ainda mais na tabela.

Valença vence numa reviravolta épica

Valença HC 6-5 HC Braga

Duas equipas na luta pela manutenção e separadas por 2 pontos na tabela classificativa, este era jogo crucial para as aspirações de ambas as equipas. Com uma primeira parte de grande nível dos bracarenses, que ao intervalo venciam por 0-2, a vitória parecia ser um cenário bastante provável para a equipa de Vítor Silva, que no inicio da segunda parte viu Tomás Castanheira ampliar para 0-3, mas a 15 minutos do final da partida Nuno Pereira marcou o primeiro do Valença e dava início a um quarto de hora de sonho para os valencianos. Nem a expulsão do próprio Nuno Pereira e do seu treinador Orlando Graça, conseguiu parar o ímpeto de um Valença liderado por Luís Viana em campo, foi ele que reduziu para 2-3 e que a 6 minutos do final marcou o 4-3, o golo que concretizava a remontada, pelo meio também Zé Braga havia batido Francisco Veludo. Pela primeira vez em desvantagem na partida, a equipa do Braga, contando com os jogadores mais experientes do plantel, conseguiu ainda voltar à posição de vantagem com golos de Gonçalo Suissas e Ângelo Fernandes, mas para Luís Viana a noite ainda não tinha acabado. O “Zorro” voltou a empatar a contenda a apenas 38 segundos do fim, e a 13 segundo do apito final voltou a colocar a bola no fundo das redes do Braga, concretizando o poker e, mais importante, garantindo três preciosos pontos para o Valença na fuga aos lugares de despromoção.

Veterano Luís Viana foi responsável por reviravolta do Valença (foto: HóqueiPT)

Dados da jornada

Cinco da Jornada:

Jorge Correia (A Juventude Viana), Xavier Cardoso (AD Valongo), Ruben Sousa (OC Barcelos), Emanuel Garcia (A Juventude Viana), Luís Viana (Valença HC)

A Figura:

Luís Viana (Valença HC) – O veterano jogador do Valença mostrou que ainda tem muito hóquei para dar, 4 golos marcados, 2 deles no último minuto que selaram uma fantástica reviravolta frente ao Braga, e deixam o Valença com 5 preciosos pontos de vantagem para os lugares de descida.

Números da Jornada:

19 – Golos sofridos pela Oliveirense nas últimas duas rondas;

69- Golos marcados nesta jornada inaugural de segunda volta;

17- Percentagem de golos que foram alcançados em situações de bola parada.

Melhores Marcadores do Campeonato:

1º Gonçalo Alves (FC Porto) – 24 Golos

2º Emanuel Garcia (A  Juventude Viana) – 23 Golos

3º Gonçalo Nunes (CD Paço de Arcos) – 20 Golos


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS




Newsletter


Categorias


newsletter