24 Ago, 2017

Vettel bate Hamilton e vence GP da Austrália

Luís PereiraMarço 26, 20173min0

Vettel bate Hamilton e vence GP da Austrália

Luís PereiraMarço 26, 20173min0

Vettel e Ferrari voltam às vitórias, batendo Hamilton e a Mercedes; Hamilton não comete erros, mas fica em 2º; Vettel e Ferrari genuinamente rápidos; duelo Mercedes vs. Ferrari para a restante época?

Sebastian Vettel venceu a primeira corrida de 2017, que não teve muito em espetáculo, mas trouxe uma nova vida à Fórmula 1.

Os novos carros, mais rápidos, mais agressivos trouxeram uma corrida que teve poucas ultrapassagens em pista, mas que trouxe um vencedor que não se via no topo do pódio desde 2015.

Sebastian Vettel conseguiu derrotar os favoritos Mercedes e provar que 2017 pode vir a ser uma luta renhida entre a Mercedes e a Ferrari. A vitória na Austrália foi uma alívio para a Scuderia. Lewis Hamilton, que partiu da pole, arrancou bem e liderou o início da corrida, mas a Mercedes perdeu a corrida na estratégia e na velocidade.

Apesar de Lewis Hamilton não ter cometido qualquer erro durante todo o fim de semana, a vitória foi para os lados da Ferrari. Sebastian Vettel conseguiu estar sempre a acompanhar o ritmo de Hamilton. Depois, aproveitou as paragens nas boxes para passar à frente, de onde não voltou a sair.

Depois Vettel só teve de controlar o ritmo, já que Hamilton não se conseguiu chegar perto e nem tentou disputar a liderança com o alemão da Ferrari. Os papeis de 2016 ficaram invertidos, no ano passado a Ferrari estragou a estratégia e entregou a vitória à Mercedes.

Não muito longe, em 3º, ficou Bottas, na sua estreia pela Mercedes. Bottas bateu facilmente o compatriota Raikkonen, em 4º, numa corrida apagada. Em 5º ficou o Red Bull resistente, de Max Verstappen, sem andamento para chegar ao pódio.

Em 6º lugar ficou o só Felipe Massa, que mostrou que a Williams está à frente do restante pelotão. Pelotão esse que este ano parece estar bastante afastado dos lugares cimeiros, já que Massa foi o último a não ser dobrado e ficar uma volta atrás.

O top 10 foi completado por Sergio Perez, ambos os Toro Rosso, com Carlos Sainz na frente de Kvyat, e o último lugar a ir para o estreante Ocon, no segundo Force India.

O azarado do dia até foi Fernando Alonso, que depois de uma fantástica qualificação, onde ficou em 13º. Na corrida rodou sempre nos pontos, mas teve de retirar perto do fim, com uma falha na suspensão. Um verdadeiro milagre, já que Alonso alertou que a McLaren é capaz de ser a equipa mais lenta do pelotão, por causa do motor Honda estar sem potência a ser cerca de 30 km/h mais lento que o Mercedes.

Apesar de ser apenas a primeira corrida do ano, é seguro afirmar que este ano vai ser mais disputado do que nos anos anteriores. A Ferrari parece ser uma ameaça real para o domínio da Mercedes, que vai ter de lutar para se manter no topo.

O que se segue?

Um duelo entre Hamilton e Vettel com maquinas de valor semelhante é algo pelo qual os fãs de F1 sempre ansiaram. Pode ser que 2017 nos traga isso mesmo. Teremos de esperar pela próxima corrida, na China, no dia 9 do próximo mês. Shangai tem uma pista mais tradicional, onde dará para entender melhor as forças das respetivas equipas e se irá materializar-se um duelo Hamilton vs. Vettel.

GRANDE PRÉMIO DA AUSTRÁLIA

(Foto: F1.com)

MUNDIAL DE PILOTOS

(Foto: f1.com)

MUNDIAL DE CONSTRUTORES

(Foto: f1.com)


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter