20 Out, 2017

Hamilton ainda na luta!

Luís PereiraOutubro 25, 20163min0

Hamilton ainda na luta!

Luís PereiraOutubro 25, 20163min0

Lewis Hamilton vence o GP dos EUA; 50ª vitória do britânico; Rosberg em 2º limita danos; Ricciardo em 3º; excelente corrida de Alonso em 5º; campeonato ainda em aberto, mas Rosberg tem uma mão na taça.

Lewis Hamilton mantem viva a esperança de voltar a ser Campeão do Mundo, depois de vencer o Grande Prémio dos EUA. Depois de ter dominado a qualificação, Lewis Hamilton dominou de ponta a ponta a corrida.

Hamilton livrou-se dos “gremlins” que têm afetado os seus arranques e largou na frente, para uma vitória segura. Esta foi a 50ª vitória do britânico, que está apenas a uma das 51 de Alain Prost, mas ainda distante das imensas 91 de Michael Schumacher.

Quem não venceu, mas conseguiu “não perder”, foi Nico Rosberg, que terminou em 2º, mas poderia ter sido pior. No arranque ficou atrás de Ricciardo e só graças a um Safety Car virtual é que o líder do campeonato mundial é que conseguiu passar o piloto da Red Bull.

Ricciardo, que acabou por terminar no último lugar do pódio, estava a conseguir manter o seu Red Bull no 2º lugar com relativa facilidade. Um pódio é sempre um pódio, mas Ricciardo começa a querer voar mais alto.

Em 4º ficou Sebastian Vettel, sem ter hipótese de lutar para chegar ao pódio. Os Ferrari simplesmente parecem ter perdido o andamento de 2016 e desejam que 2017 chegue depressa.

Com uma excelente corrida de recuperação, em 5º lugar ficou Fernando Alonso. Alonso e a McLaren andam a mostrar que estão a evoluir e se em 2017 derem um carro competitivo ao espanhol ele irá lutar novamente por vitórias.

Para chegar ao 5º lugar Alonso teve de lutar muito com Carlos Sainz, que foi 6º, igualando o seu melhor resultado do ano conseguido em Espanha, e com Felipe Massa, em 7º. Sergio Pérez ficou logo atrás, em 8º, à frente de Button, a completar uma boa corrida da McLaren.

Romain Grosjean completou o top10 e deu uma prenda a Gene Haas ao pontuar nos ‘States’, a sua corrida “caseira”.

Lewis Hamilton cumpriu aquilo que se lhe pedia para continuar a lutar pelo título, mas a sorte não tem sido sua amiga este ano. Hamilton sente-se melhor quando está a atacar e pode conseguir fazer Rosberg quebrar, mas o alemão este ano tem cometido poucos erros.

Será interessante perceber qual dos dois vai quebrar primeiro. Apesar de Rosberg estar claramente mais confortável, uma corrida menos boa pode por parte do alemão pode pôr Hamilton de novo bem perto de renovar o título.

Com apenas três corridas pela frente, uma coisa é certa, vamos saber quem será o campeão do mundo de F1 em pouco mais de um mês.

 GRANDE PRÉMIO DOS EUA

(foto: f1.com)
(foto: f1.com)

CAMPEONATO MUNDIAL DE PILOTOS

(foto: f1.com)
(foto: f1.com)


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter