18 Nov, 2017

CrossFit: Tendência passageira ou o futuro do Fitness?

Cláudia Espirito-SantoJaneiro 20, 20174min0

CrossFit: Tendência passageira ou o futuro do Fitness?

Cláudia Espirito-SantoJaneiro 20, 20174min0

Definição: Movimentos funcionais constantemente variados executados com alta intensidade. Resposta instintiva de qualquer ser humano perante uma definição deste calibre: Fugir.  O Mais Depressa Possível.

Mas antes de calçar os ténis de corrida e aterrar no sofá mais próximo, é interessante simplificar os termos desta definição e perceber que, na realidade, o que o CrossFit propõe é treinar de forma diferente todos os dias com movimentos que são naturais e úteis para o ser humano.  Acrescentamos a esta receita um nível de intensidade elevado e temos CrossFit.

É essencial perceber que o conceito de “alta-intensidade” varia de pessoa para pessoa. O objectivo nesta tipologia de treino é cada indivíduo treinar na sua intensidade máxima. Intensidade essa que não será igual à do vizinho do lado.

De repente alta intensidade deixou de ser para atletas de competição e pessoas sobre-dotadas em desporto e passou a estar ao alcance de todos, porque afinal a intensidade é relativa à capacidade de cada pessoa.  Uma descoberta que leva à seguinte questão:

Se todos podemos treinar na nossa intensidade máxima, então qualquer pessoa pode treinar CrossFit?

É neste ponto que o CrossFit veio revolucionar o mundo do Fitness e Saúde.  É um treino assumidamente adaptável às capacidades de cada indivíduo.

Tens medo de fazer o pino? Sobes a parede ao contrário pouco a pouco. Tens pouca capacidade cardiovascular? Demoras mais tempo ou fazes menos repetições.  Tens 70 anos e é difícil fazer os movimentos na sua amplitude completa? Os exercícios adaptam-se e são executados de forma segura na tua amplitude máxima. Só tens um braço? Trabalhas com um halter unilateralmente com o braço que tens.

Sim, é exactamente isto: treino universalmente adaptável.

Todos podem treinar com alta intensidade.  Todos podem evoluir.  Todos podem ser uma versão melhor de si próprios.

De um momento para o outro surgiu uma modalidade que se adapta às capacidades de cada pessoa e permite que todos atinjam resultados que se sentem por dentro, que se vêm por fora e que são mensuráveis de forma quantitativa.

Aqui também o criador do CrossFit, Greg Glassman, foi visionário.  Tinha perfeita consciência que o ser humano precisa de medir a sua evolução de alguma forma para acreditar que ela existe e para perceber em que medida é significativa.  Por esse motivo criou treinos / WODs* que devem ser repetidos de vez em quando, para os praticantes da modalidade poderem medir exactamente quanto evoluíram, onde evoluíram e onde precisam de investir mais para melhorar ainda mais a sua evolução.

Curiosamente, o aspecto mais extraordinário do CrossFit, o mais identificável, o que define esta tipologia de treino é o “efeito secundário”  que naturalmente surge com um desporto em que as pessoas se superam a si próprias constantemente. É talvez a experiência mais marcante para qualquer pessoa que experimenta ou assiste a um treino em primeira mão: o sentido de Comunidade.

CrossFit. Be better, period. [Imagem: Matchbox CrossFit]
 

Se treinas CrossFit automaticamente passas a pertencer ao grupo imenso de pessoas no mundo que quer treinar para ser a  melhor versão de si próprio; uma comunidade que se apoia, protege, alimenta e reforça a cada dia.  O futuro do CrossFit reside exactamente nas pessoas que o praticam, que o defendem e que fazem parte dele tanto quanto ele faz parte da vida delas.  É uma relação entre a modalidade e o atleta.  Uma relação entre o atleta e a Comunidade e uma relação entre o atleta que és hoje e o que queres ser amanhã.

Podem alegar que o treino funcional não é nada de novo.  Nisso têm toda a razão. Mas a metodologia do CrossFit, é indiscutivelmente inovadora.  A sistematização e a metodologia do treino, a medição da evolução, a adaptação universal de todos os treinos e a Comunidade existente tornam esta modalidade  algo único e algo que veio não só para revolucionar o mundo do fitness, mas para ficar.

CrossFit.  Be better, period.

* WOD – Workout of the Day – Treino do dia


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS




Newsletter


Categorias


newsletter