19 Ago, 2017

Jovens Promessas do Andebol Português

João de MatosAbril 28, 20175min0

Jovens Promessas do Andebol Português

João de MatosAbril 28, 20175min0

Em Portugal, o deporto que reina é o futebol, mas é preciso ter atenção às jovens promessas de outras modalidades, mais concretamente no Andebol. Muitos são os jovens que no nosso país praticam andebol, mas só alguns conseguem chegar a um patamar de alto nível, neste artigo destaco os 3 principais jovens do andebol português.

MIGUEL MARTINS | FC PORTO | 19 ANOS

Será o jovem com maior potencial e com grande margem de progressão, desde cedo começou a praticar a modalidade, com 7 anos. Apenas com 5 anos de andebol já era convocado para a seleção nacional.

Chegou ao FC Porto com 17 anos, e desde cedo foi aposta muito acertada pelo antigo treinador da equipa portista Ljubomir Obradovic. Começou com poucos minutos na equipa principal, mas desde cedo conquistou o seu lugar na equipa. Logo na sua primeira época a vestir azul e branco (2013/2014) conquistou o titulo de campeão nacional de Andebol 1, feito que conseguiu repetir na época a seguir.

Fonte: FCPorto

Miguel Martins, ainda é júnior, mas apenas joga no escalão sénior, as suas principais características são a velocidade que impõe no jogo, sendo um central muito alto, o que juntamente com a sua grande colocação de remate, fazem dele um central a ter em conta no ataque. Apresenta uma grande visão e leitura de jogo, para um jovem de apenas 19 anos.

ANDRÉ GOMES | ABC | 18 ANOS

Não despertou interesse tão cedo, mas a cada época que passa se torna um jogador a ter em conta. Lançado por Carlos Resende, em 2015/2016, atualmente a realizar a sua 2ª época como sénior, tem mostrado que a confiança depositava em si, tem dado frutos.

Realizando sempre jogos muito constantes, o Lateral Esquerdo, que na sua época de estreia de Andebol 1, se tornou campeão Nacional é um jovem com grande impulsão o que o ajuda e muito na altura do remate, é muito forte fisicamente, sendo também uma peça importante no eixo defensivo do ABC.

A realizar uma grande época este ano, já conta com mais de 130 golos, e o seu melhor registo na presente temporada foram 11 golos marcados ao Boa-Hora FC, sendo o melhor marcador da equipa nesse encontro.

Errado será dizer que é um jogador de ocasião, mas a verdade é que tem realizado jogos mais notáveis contra as melhoras equipas do campeonato, marcou 7 e 6 golos nos 2 jogos que realizou frente ao FC Porto, marcando outros tantos golos contra o Madeira SAD, nos jogos a contar para a taça de Portugal. Durara pouco tempo a sua permanência no ABC, casa que o fez crescer para a modalidade, pois mais tarde ou mais cedo será aposta de outros grandes clubes nacionais e internacionais.

Fonte: OJogo

GONÇALO RIBEIRO | SL BENFICA | 20 ANOS

Gonçalo é jogador do SL Benfica, mas esta época foi emprestado ao Clube de Futebol “Os Belenenses”. Este jovem começou a praticar esta modalidade no mesmo clube onde este ano foi emprestado. Este central de 1.91mts, é muito forte no jogo ofensivo, marcando inúmeros golos de anca, é muito forte fisicamente, algo que para um jovem de 19 anos é crucial para batalhar e disputar qualquer bola com os veteranos do andebol português.

Fonte: OsBelenenses

Apesar de uma grave lesão o ter deixado fora dos pavilhões durante meses, este ano era tempo de se reafirmar, e voltar aos tempos gloriosos de outrem, algo que levou o Benfica a optar pelo empréstimo do central à equipa do Restelo, para que assim possa ter mais minutos e experiência no campeonato português. Muito esforço e dedicação revelam o caracter de Gonçalo que apesar do passado fustigado de lesões encontra-se neste momento em 3º lugar na lista de melhores marcadores do campeonato de Andebol 1.

Estas são três grandes promessas que se deve ter em atenção nos próximos anos do campeonato de Andebol 1 e Seleção Nacional. Estes jovens jogadores, são todos juniores, mas só realizam jogos no escalão de seniores, o campeonato de Andebol 1.

Todos eles têm potencial para chegar ao topo do andebol português, mas apenas um em teoria, pelas suas características e versatilidades conseguirá singrar no andebol europeu, representando um gigante como um PSG, Barcelona, Kiel ou Kielce, são todas equipas com andebol rápido, duro, e muito preciso. Três particularidades que assentam no jovem Miguel Martins do Futebol Clube do Porto, com muito trabalho, suor e humildade um dia conseguirá chegar aos grandes palcos como é a VELUX EHF Champions League.

Tanto Gonçalo Ribeiro como André Gomes apresentam imenso potencial, mas pelas suas características mais dentro do comum será mais difícil chegarem a um patamar como aquele que teoricamente está destinado a Miguel Martins, tanto André como Gonçalo, são muito fortes no aspeto ofensivo, mas o atleta do Belenenses peca mais em termos defensivos, pois o trabalho intensivo de pernas realizado na outra ponta do terreno não é a sua praia.

André Gomes, é mais ágil que Gonçalo, sendo o seu jogo defensivo muito superior, já em termos atacantes ainda terá que crescer em timings de decisão, não ser tão precipitado na hora de agir. Todos eles têm uma idade muito tenra, e só com o treino, jogo e os anos futuros ditarão as suas evoluções e aquilo que ainda têm para mostrar. Espera-se que o futuro seja muito risonho para estes atletas, e que elevem o andebol português a um maior patamar, pois estes jovens são o sangue novo da nossa seleção nacional.


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter