20 Fev, 2018

A La Liga e o Mercado de Verão

Fair PlaySetembro 8, 20174min0

A La Liga e o Mercado de Verão

Fair PlaySetembro 8, 20174min0
Uma análise ao que mais de pertinente aconteceu no defeso da principal competição de clubes espanhola

TOP-10 TRANSFERÊNCIAS

  1. Neymar (Barcelona → PSG) [222 Milhões de euros]
  2. Ousmane Dembélé (Dortmund → Barcelona) [105 Milhões de euros]
  3. Álvaro Morata (Real Madrid → Chelsea) [80 Milhões de euros]
  4. Paulinho (Guangzhou Evergrande → Barcelona) [40 Milhões de euros]
  5. Vitolo (Sevilha → Atlético de Madrid. Jogará no Las Palmas, por empréstimo, até Janeiro) [36 Milhões de euros]
  6. Nélson Semedo (Benfica → Barcelona) [30.5 Milhões de euros]
  7. Danilo (Real Madrid → Manchester City) [30 Milhões de euros]
  8. Theo Hernández (Atlético de Madrid → Real Madrid) [30 Milhões de euros]
  9. Luís Muriel (Sampdoria → Sevilha) [20 Milhões de euros]
  10. Mateo Musacchio (Villarreal → AC Milan) [18 Milhões de euros]

EQUIPA +

BÉTIS

Atenção ao projecto da equipa verdiblanca. Com contratações como Boudebouz, Javi Garcia, Camarasa, Tello, Pedro León, Joel Campbell e Andrés Guardado, há vários pontos de interesse a surgir. Treinados por Quiqué Setíen, que se propõe a replicar o trabalho efectuado potenciando jogadores, tal como fez no Las Palmas, agora num nível mais exigente, pode surpreender muitos desatentos.

EQUIPA –

LAS PALMAS

Depois de boas temporadas, este ano é previsível que o Las Palmas veja a sua vida mais complicada. As saídas a nível ofensivo – de Roque Mesa e de Boateng – até foram bem colmatadas, especialmente com a chegada de Vitolo que fica até Janeiro, mas é na linha defensiva que o clube das Canárias pode ter algumas dificuldades, pois carece de qualidade. O mercado não veio responder a estas lacunas, que terá de gerir-se com as caras que já havia no Estadio Gran Canaria.

AS MELHORES TRANSFERÊNCIAS

Ryad Boudebouz (Montpellier → Bétis) [2.9 Milhões de euros]

Uma das estrelas do Montpellier nos últimos anos. Com uma qualidade individual inquestionável, o extremo será uma grande mais-valia para Quiqué Sétien, colocando a equipa verdiblanca mais perto de ganhar partidas. A sua capacidade de drible, de fazer assistências, de jogadas individuais que deixarão saudades no Stade de la Mosson, beneficiará e muito a equipa do Bétis. É um jogador de imaginação pura. Nas grandes ligas que mais assistiu para remates dos seus companheiros. Tem verticalidade, finta em espaço curto e capacidade goleadora num clube mediano na liga francesa.

Pablo Fornals (Málaga → Villarreal) [12 Milhões de euros]

É mais um daqueles médios que Espanha consegue formar às fornadas, sem que ninguém entenda muito bem porquê. Joga muito bem entrelinhas, algo que já tinha evidenciado no Málaga. Regressa agora a casa, visto que foi formado nas escolinhas do Villarreal e em clubes das redondezas. Está à espreita para entrar na seleção espanhola e em Málaga vai-se sentir sua falta.

Ousmane Dembélé (Dortmund→ Barcelona) [105 Milhões de euros]

Não é fácil para nenhuma equipa substituir jogadores com a craveira de Neymar. Com Dembelé o Barcelona aposta num dos jovens mais promissores da Europa do futebol. Um jogador com recursos ilimitados, dinâmico e muito auto-suficiente, capaz de mudar um jogo por si só. Face às opções disponíveis, sabendo que Dybala renovou, Griezmann não sai do Atlético e Mbappé rumou à capital francesa, esta parece mesmo ser a melhor forma de começar a fazer esquecer Neymar.

A TRANSFERÊNCIA MAIS DIFÍCIL DE COMPREENDER

Paulinho (Guangzhou Evergrande → Barcelona) [40 Milhões de euros]

A era pós-Xavi e a gestão da intermitência de Iniesta têm sido um osso duro para os responsáveis blaugrana. Rakitic, André Gomes, Denis Suárez, ou até mesmo Arda, Sergi Roberto e Aleña não são do nível e agora Paulinho também não parece ser. Trata-se de um perfil diferente dos existentes n um dos mercados mais complicados para o Barça. Falhou Verratti – talvez o único no futebol mundial com perfil idêntico – que trazia toque e novidade e veio Paulinho, que traz físico e experiência. É quase um fracasso anunciado e difícil de ser contornado.

 


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS




Newsletter


Categorias


newsletter