21 Fev, 2018

O que esperar da segunda metade da época em Itália?

José Nuno QueirósDezembro 28, 20178min0

O que esperar da segunda metade da época em Itália?

José Nuno QueirósDezembro 28, 20178min0
Nos últimos anos a Liga Italiana parecia ter perdido o interesse, com a falta de competitividade na luta por um título que parecia entregue à Juventus por decreto. Mas este ano tudo mudou

A uma jornada do fim da primeira volta (Sampdoria, Udinese, Lazio e Roma tem dois jogos para fazer) chegou a altura de fazer o balanço do que aconteceu até ao fim de Dezembro e tentar prever como irá acabar o ano em Itália!

Novo Campeão ou mais do mesmo?

Depois dos 6 títulos consecutivos da Juventus, este parece o ano em que está mais perto de ser interrompida esta série incrível!

Uma imagem repetida 6 vezes! Conseguirá este ano o hepta? (Fonte: Trivela)

Neste momento o primeiro lugar é ocupado pelo sensacional Nápoles que parece o mais sério candidato ao título, não por este primeiro lugar (apenas 1 ponto de vantagem), mas pelo futebol fantástico praticado pela equipa de Sarri, que encanta os amantes do futebol.

Um futebol ofensivo, apoiado e que assenta na verticalidade dos homens da frente, mas que consegue manter uma defesa bastante sólida com uma dupla de centrais bastante fortes!

Agora que foi afastado da Champions League, e sendo a Liga Europa uma competição menos desgastante, o Nápoles pode concentrar esforços na liga e na taça!

No entanto, o Nápoles tem que se deslocar a Turim e tendo em conta a experiência nestes jogos da equipa da Juventus, o Nápoles vai ter que estar perto da perfeição nesta segunda volta se quer o título que lhe foge desde os tempos áureos de Diego Maradona!

Fora desta corrida parecem já Inter e Roma, que não tiveram andamento para a pressão desta luta, principalmente o Inter que já esteve no primeiro lugar e rapidamente deixou-se ficar 5 pontos atrás.

Inter e Roma (ainda com 1 jogo em atraso pode chegar ao 3º lugar) parecem, contudo, as duas equipas que vão ocupar as últimas vagas para a entrada na Champions League, com apenas a Lazio a poder entrar nesta Luta por lugares de acesso à prova milionária!

Estas equipas, mais do que outras, podem ter uma palavra a dizer sobre o campeão desta época devido aos resultados que obtiverem contra Nápoles e Juventus.

Dois craques na Liga Italiana! Conseguirá o Nápoles repetir o sucesso que foge desde que o génio passou pela cidade?(Fonte: Imortais do Futebol)

Jogador decisivo: Marek Hamšík (Nápoles)– É o motor da equipa que lidera o campeonato, ultrapassou a lenda Maradona na lista de melhores marcadores dos napolitanos e caminha para uma das melhores épocas da carreira.

Treinador decisivo: Maurizio Sarri (Nápoles)– É o responsável pela equipa que melhor futebol pratica em Itália. Trouxe perfume e um futebol ofensivo a Nápoles que fugia há muitos anos.

Jogador a seguir: Paulo Dybala (Juventus)– Não está aqui por ser alguém com potencial. Está aqui porque já figura entre os melhores do mundo e é um dos mais virtuosos jogadores da Serie A. Se a Juventus quiser repetir o título vai precisar de Dybala a assumir as despesas do jogo. Será ele capaz da responsabilidade?

A intensa luta pela Europa

Com a Lazio destacada dos restantes no lugar de acesso à fase de grupos da Liga Europa e ainda com menos 1 jogo, existem ainda muitas dúvidas sobre quem irá ocupar o lugar de acesso ao Playoff com 7 equipas separadas por 3 pontos na classificação (apesar de Sampdoria e Udinese com menos 1 jogo) estão naquilo que parece ser uma luta intensa pelo último lugar europeu e onde apenas o AC Milan pode alcançar a fase de grupos via Taça de Itália.

Deste modo equipas como a surpreendente Atalanta, ou a Fiorentina correm sérios riscos de ficar afastados da europa do futebol na época 2018/2019!

Com base no futebol apresentado colocaríamos precisamente a Atalanta e a Fiorentina como os mais prováveis candidatos a ocupar o lugar de acesso ao playoff da Liga Europa! A Atalante que tem em Cristante o seu motor sabe que pode ombrear com os maiores do futebol italiano e a vitória por 2-0 sobre o AC Milan em San Siro é a prova da qualidade desta equipa.

A Atalanta silencia um AC Milan irreconhecível [Fonte: Público]
Já a Fiorentina apresenta na frente de ataque nomes interessantes e que podem ser uma mais valia na fase decisiva da época para a equipa de Florença.

Para o AC Milan será mais fácil, devido ao pobre e previsível futebol que apresenta, uma qualificação via Taça onde terá que ultrapassar a Lazio para chegar à final. E sendo previsível que ambos Juventus e Nápoles sigam para a outra meia final, um lugar na final dará logo qualificação à equipa Milanesa.

A Udinese com a vitória no jogo que tem em atraso pode colar à Sampdoria e assim reentra nesta luta europeia de maneira mais agressiva!

Jogador decisivo: Ciro Immobile (Lazio)– O ponta de lança é o segundo melhor marcador em Itália e coloca a Lazio nos lugares cimeiros e numa ótima posição para entrar, pelo menos, diretamente na fase de grupos da Liga Europa.

Treinador Decisivo: Marco Giampaolo (Sampdoria)– A Sampdoria está a frente de clubes como o Milan e a Atalanta e isto deve-se, não à sorte, mas ao trabalho do técnico italiano que tem colocado a sua equipa a praticar um futebol interessante, como mostra o 3-2 à Juventus, não fossem as últimas 5 jornadas com 1 empate e 4 derrotas e seria um caso interessante no topo.

Jogador a seguir: Bryan Cristante (Atalanta)– O médio ofensivo da equipa da Atalanta tem sido a peça chave para o sucesso nos últimos dois anos da Atalanta e promete continuar a ser decisivo para esta intensa luta pela Liga Europa.

A batalha onde ninguém quer estar!

Olhando para a parte de baixo da tabela em Itália, salta imediatamente à vista o nome do Benevento com apenas 1 ponto, fruto do empate com o AC Milan, e que está condenado a regressar ao segundo escalão depois de uma inédita subida, mas para a qual o clube não estava preparado!

O Benevento não estava preparado para a Serie A [Fonte: Público]
Hellas Verona está a 2 pontos da salvação, enquanto que o Crotone está no último lugar de descida, mas em igualdade pontual com o SPAL.

Mais acima estão Cagliari e Genoa , a 2 pontos da descida, mas que não estão, de todo, livres deste fantasma!

Com 2 lugares em disputa para uma viagem à Serie B, isto parece ser uma luta a 4 para fugir a dois lugares e de onde Chievo e Sassuolo parecem a salvo, bem como da ida à Europa, estando a fazer um campeonato tranquilo.

Para a segunda metade vai ser interessante ver como as equipas do Crotone e SPAL lidam com a pressão da descida, uma vez que Hellas, Cagliari e Genoa são equipas mais habituadas a estas andanças e podem para já partir com ligeiro favoritismo. Muito importantes serão também os jogos contra equipas de maior dimensão, onde se podem ir “buscar” pontos que seriam , à partida, impossíveis!

Jogador decisivo: Mattia Perrin (Genoa)– O guardião tem sido super decisivo na campanha do Genoa, isto porque sem ele esta equipa estaria nos lugares de descida, apenas 22 golos sofridos colocam o Genoa ao mesmo nível que a Lazio e melhores que Sampdoria, Torino, AC Milan e Atalanta, fosse o ataque como a defesa e a diferença era superior a 2 pontos na luta para não descer.

Treinador decisivo: Leonardo Semplici (SPAL 2013)– Sem grandes nomes no seu plantel e com um dos orçamentos mais baixos da Serie A, o técnico consegue que a sua equipa mantenha a cabeça ligeiramente acima da água e para já está um lugar acima da despromoção, tudo pode mudar num jogo, mas este SPAL está a dar luta que muitos não esperavam.

Jogador a seguir: Pietro Pellegri (Genoa)- O Jovem que entusiasmou a Serie A com os recordes batidos no Olímpico de Roma pode ser o avançado que segura o Genoa na Serie A antes de poder rumar a voos mais altos. Tem apenas 16 anos, mas pode já mostrar maturidade para comandar uma equipa.

Claramente este é um campeonato mais entusiasmante do que os anteriores com fortes investimentos e uma maior luta nos lugares cimeiros. Uma segunda volta em Itália para acompanhar a cada segundo!   


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS




Newsletter


Categorias


newsletter