21 Ago, 2017

Portimonense: O prólogo de uma subida anunciada

António Pereira RibeiroAgosto 5, 20163min0

Portimonense: O prólogo de uma subida anunciada

António Pereira RibeiroAgosto 5, 20163min0

Arranca este Sábado nova edição da Segunda Liga, e o Portimonense é o principal favorito à subida, por razões óbvias. Vítor Oliveira está ao comando do emblema algarvio. Ninguém percebe mais de promoções do que ele, e por isso decidimos olhar para a preparação dos potenciais primodivisionários, numa tentativa de decifrar o seu modus operandi.

Caso a aventura de Vítor Oliveira em Portimão corra pelo melhor, será a nona subida à Primeira Liga da sua excepcional carreira. Vejamos então qual a matéria-prima que o técnico natural de Matosinhos terá à sua disposição na nova temporada.

Comecemos pelo capitão e figura maior do plantel. Ricardo Pessoa, lateral-direito que já subiu ao serviço do Portimonense em 2009/10, acumula 329 partidas na competição, e tudo indica que este ano ultrapassará Edgar Sá (348) no número de jogos no segundo escalão. A principal voz dentro do relvado já leva onze anos de Portimão.

De um veterano para outro, falemos agora de Pires, melhor marcador de sempre da Segunda Liga, e o único capaz de superar o lendário Bock. Pires começou a fazer golos no Portosantense, e desde então não abrandou. O avançado de 35 anos tem a vantagem de ter sido o único que já subiu às ordens de Vítor Oliveira, pelo Moreirense em 2013/14.

portimonense
Onze Provável

Outra unidade importante na turma algarvia é o centrocampista Ewerton. Conhecido pelo bis que assinou frente ao Sporting no triunfo a contar para a Taça da Liga, o brasileiro de 23 anos tem todas as condições para fazer de 2016 o seu ano.

Quanto a reforços, o grande destaque vai para a contratação de Amilton Silva ao União da Madeira. O avançado brasileiro de 26 anos apontou cinco golos na sua passagem pela principal competição de clubes nacional, e pode jogar tanto no centro como na faixa. Gaba-se de ter celebrado uma subida de divisão em Portugal, à Segunda Liga, ao serviço do Varzim em 2014/15.

 

Dos mesmos povoenses vieram Pedro Sá e Wilson Manafá, enquanto o médio Paulinho foi resgatado ao Farense. Também o mercado brasileiro surgiu como opção na altura de reforçar o plantel. Leonard Dreyer (ex-Criciúma), Gustavo Costa, (ex-Mogi Mirim) e Bruno Tabata, (ex-Atlético Mineiro) pertencem agora aos alvinegros.

Nem só de entradas se faz o mercado de transferências, e o Portimonense não é excepção. Perdeu um dos seus principais criativos, Fabrício, para o futebol japonês. Simy, avançado nigeriano oriundo do Gil Vicente, chegou a treinar em Portimão na nova época, mas uma proposta irrecusável do Crotone afastou-o em definitivo.

Ficam assim desenhadas as bases de um plantel capaz de cumprir os objectivos a que se propõe, sob a orientação técnica do homem mais cobiçado de toda a Segunda Liga. O arranque oficial não foi feliz, com o afastamento precoce da Taça da Liga, em Portimão, às mãos do Santa Clara. Mais tempo sobrará para atacar a promoção com unhas e dentes.

A estreia do Portimonense na Segunda Liga acontece no próximo Sábado, às 16 horas, no campo do Sporting B. A partida será transmitida em directo na Portimonense TV.


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter