14 Dez, 2017

“Os Belenenses” SAD – como não gerir uma Sociedade Anónima Desportiva.

Francisco CabritaDezembro 9, 20168min4

“Os Belenenses” SAD – como não gerir uma Sociedade Anónima Desportiva.

Francisco CabritaDezembro 9, 20168min4

Em 2013, altura em que o Clube de Futebol “Os Belenenses” passava uma das maiores crises da sua história, com o seu maior ciclo de sempre na segunda divisão, a CODECITY SPORTS MANAGEMENT, LDA, empresa de capital e responsabilidade limitada a 10.000,00€, detida maioritariamente por Rui Pedro Soares, torna-se o maior accionista da BELENENSES SAD.
O resumo de uma história de resultados desportivos que se podem adjectivar felizes.

A CODECITY SPORTS MANAGEMENT, LDA, assim que entra como principal accionista na SAD do Clube de Futebol “Os Belenenses”, consegue o que mais se desejava: o clube sobe de divisão. E sobe com ousadia, facilidade e rapidez. Basta mencionar que o Clube de Futebol “Os Belenenses” carimbou a subida a 9 jornadas do fim do campeonato, algo inédito.

Na época seguinte, o Clube de Futebol “Os Belenenses” sente imensas dificuldades para permanecer na primeira divisão. Basta relembrar que a sua primeira vitória fora de portas foi a quatro jornadas do final, em Barcelos, junto a um Gil Vicente, que lutava também pela manutenção .

Só na última jornada o Clube de Futebol “Os Belenenses” assegurou a permanência, em casa , numa vitória à tangente, 1-0, frente ao Arouca.

Segue-se a época 2014/2015, a época que se pode apelidar de época de ouro da gestão da CODECITY SPORTS MANAGEMENT, LDA, o Clube de Futebol “Os Belenenses” consegue uma presença europeia, algo que já não acontecia há cerca de 8 anos.

Na época passada, o Clube de Futebol “Os Belenenses”, até certo ponto, faz boa presença na Europa, até à última jornada europeia poderia passar à próxima fase, mas em termos internos foi bastante oscilante. Os números falam por si: 66 golos sofridos, pior defesa do campeonato, apesar do nono lugar conquistado.

A época que segue, a actual, que vai mais ou menos a meio, vai decorrendo até agora medianamente , típica de uma equipa , que chegará , possivelmente, ali aos três quartos de campeonato já realizado, já com o conforto de ter assegurado a permanência e com a frustração de não conseguir chegar aos lugares europeus.

Todos estes factos levam-nos a crer que , estando nós a falar somente , em termos de resultados, esta nova gestão da SAD do Clube de Futebol “Os Belenenses” está de parabéns.

O pior é o resto.

Rui Pedro Soares (Foto: Lusa)

O cemitério de treinadores

Durante a gestão da CODECITY SPORTS MANAGEMENT, LDA, da SAD do Clube de Futebol “Os Belenenses” , em quatro épocas a equipa teve sete treinadores, que dá quase dois treinadores para cada época .

Apenas dois treinadores tiveram razões claras para sair : Marco Paulo , razões desportivas (o Clube de Futebol “Os Belenenses” estava numa posição na tabela bastante crítica ) e Mitchell Van Der Gaag , com problemas cardíacos .

Tudo o resto, ou seja , 4 treinadores , Lito Vidigal, Jorge Simão, Sá Pinto e Júlio Velasquez saíram por razões extra-desportivas , por entrarem em rota de colisão com a “estrutura” da SAD do Clube de Futebol “Os Belenenses”.

Tanto treinador em tão pouco tempo vai contra as palavras de Rui Pedro Soares , que sempre afirmou que todos estes treinadores eram excepcionais e que ficariam durante muito tempo no comando.

Ora vejamos :
Em Janeiro de 2014, Rui Pedro Soares afirmava : “Marco Paulo vai-nos dar muitas alegrias “.

Em Março de 2014, na apresentação de Lito Vidigal dizia : ” Lito é o Homem certo para liderar o Belenenses”.

Em Agosto de 2015 , altura em que já tinha demitido Jorge Simão afirmava :” Sá Pinto vai mostrar que é um dos melhores treinadores portugueses.”

Em Abril de 2016 afirma , sobre Júlio Velasquez que é “excepcional e que vai ter uma carreira brilhante”.

Em Agosto de 2016 elogia, outra vez, Velasquez dizendo que o clube vive a “melhor fase dos últimos 25 anos”.

A semana passada, diz, sobre Quim Machado : ” temos um treinador extraordinário , uma grande equipa e um excelente grupo.”.

Depois disto, penso que não é pecado ou heresia , constatar que os treinadores que saem constantemente do Clube de Futebol “Os Belenenses” , não saem pelo seu comportamento desportivo, mas sim por outras razões.

Velasquez, antigo treinador do Belenenses (Foto: O Jogo)

O futebol não é só negócio, resultados desportivos animadores e viagens de autocarro 

O problema da gestão da CODECITY SPORTS MANAGEMENT, LDA , não é o plano dos resultados desportivos . É o problema da componente humana.

Normalmente os investidores que aparecem ao acaso num clube de futebol , onde não há paixão pelo mesmo clube , esquecem-se da vertente humana do futebol, Rui Pedro Soares não é Belenenses desde pequenino, não nasceu a ouvir histórias de Matateu e Vicente nem cresceu a ir pela mão do pai ver os jogos ao Restelo .

Todos sabemos isso , até o próprio não o nega.

No futebol a satisfação dos adeptos, dos verdadeiros, talvez seja tirada por 25% em resultados desportivos e 75% na parte humana do futebol.

Então e o que é a parte humana do futebol ? A parte humana é os adeptos sentirem -se parte de algo, sentirem que são valorizados e acarinhados . O que actualmente , no Clube de Futebol “Os Belenenses” SAD, não acontece.

Por exemplo, ter de pagar as quotas na loja azul, e depois ter de sair da loja azul e andar uns cem metros para ir às instalações da SAD para se comprar os bilhetes para um jogo.

Há quem não meta na cabeça que não é por se oferecer viagens grátis e lanches aos jogos fora que as pessoas se esquecem que o gestor de redes sociais da SAD faz questão de afirmar publicamente que o futebol dos azuis do Restelo está entregue à Belenenses SAD não ao Clube de Futebol “Os Belenenses”.

Há quem não meta na cabeça que não é por se oferecer bilhetes para os jogos que se esquecem que há menos de um ano houve sócios impossibilitados de entrar no estádio, na bancada dos sócios, com cachecóis alusivos ao Clube de Futebol “Os Belenenses” ou que a Comunidade Azul , principal e quase único site desportivo só com notícias do Clube de Futebol “Os Belenenses “, foi impossibilitado pela SAD de ir às conferências de imprensa quando começou a relatar os seus atos de má gestão.

Há quem não meta na cabeça que o amor dos sócios , não se compra, preserva-se .

Tudo uma questão de timing …

No futebol , como também acontece com a política, é tudo uma questão de timing, de entrar e sair no tempo certo.

Assim aconteceu com a CODECITY SPORTS MANAGEMENT, LDA no Clube de Futebol “Os Belenenses”.

Dá-se-lhe o mérito de ter assumido a gestão, quando mais ninguém quis chegar-se à frente, mas dá-se-lhe o demérito de não ter sabido ou querido sair a tempo.
Faço o paralelo político: Fidel Castro tornou-se no que se tornou, ditador, por causa do questão de timing, não soube sair, logo após a revolução cubana, depois de ter libertado o seu povo.

Salazar tornou-se no que se tornou, ditador, por causa , mais uma vez, da questão de timing, não soube sair, logo após ter endireitado as finanças e cofres do estado, depois de ter posto Portugal no caminho certo.

Assim está a CODECITY SPORTS MANAGEMENT, LDA, não soube ou não quis sair, no tempo certo, ou seja, logo após a promoção do Belenenses para a primeira divisão. Se assim tivesse acontecido essa gestão era vista como salvadora e vital para o clube. Só que não.

O Jogo propriamente dito

Em termos de jogo propriamente dito, o Clube de Futebol “Os Belenenses ” é inconstante, muito por culpa, de uma única razão: a mudança, a par dos treinadores, de jogadores de época para época.

Ora vejamos: dos 24 jogadores que integram a equipa este ano, só 8 transitaram do ano passado, ou seja, 16 jogadores novos formam a equipa.

Como é possível a equipa ter estabilidade época após época, quando todo o seu miolo, toda a sua base, muda de ano para ano ? É impossível.

E isso nota-se : ano após ano o sistema tático muda.

Passa de um sistema tatico-suicida do ano passado, em que se privilegiava um futebol de ataque continuado sem grandes preocupações na defensiva, para um sistema, este ano, em que se joga e se forma jogo assente na defesa e privilegia-se muito mais o contra-ataque.

Não é de certeza, assim , que se faz uma boa gestão de uma Sociedade Anónima Desportiva, não é a mudar constantemente de Jogadores e treinadores que se tem sucesso num projecto que carece e muito de parte humana e emocional.

Um projecto, em futebol , tem de ter duração mínima , talvez 3-5 anos para se catapultar , que não é conseguida com dois treinadores por época e a transitarem, constantemente , só um terço dos jogadores de um ano desportivo para o outro.

Que futuro para o Belenenses? (Foto: Lusa)


4 comments

  • João Mesquita

    Janeiro 31, 2017 at 9:58 pm

    Sou sócio e adepto do Belém e um crítico acérrimo desta gestão e do modelo de “privatização/mercantilização” dos clubes. Dito isto, este artigo é só um atentado à história e à inteligência. Fazer generalizações comparando Fidel, Salazar e Rui Pedro Soares (ou a Codecity) não é só infeliz, denota um desconhecimento atroz pela história (de Portugal, de Cuba e do Belenenses). Critique-se a Codecity pela patética gestão, pela constante política do entra e sai, pela falta de critério nas escolhas (a começar pelo Director Desportivo), mas não se façam generalizações infantis e ignorantes, por favor.

    Reply

  • Luís Soares

    Janeiro 31, 2017 at 8:32 pm

    Muito bem escrito. Uma excelente fotografia do que sente um adepto do Belenenses. Obrigado

    Reply

  • Ernesto Ranito

    Dezembro 9, 2016 at 11:43 pm

    Francisco Cabrita limitou-se, e pelo que parece, com conhecimento de causa, conhecendo profundamente o que está a escrever. Na maior parte das suas afirmações tem razão, embora não em todas, mas baseia-se e, factos e realidades. Há sempre um ponto comum. O presidente da SAD. Pelos procedimentos adoptados dá toda a indicação de ser uma pessoa sem princípios e revela, assim, a verdadeira razão porque se “chegou à frente” Quiz mandar num Clube com História e Honra mais do que a grande maioria dos Clubes que andam pela 1ª Liga. Mas já é tempo de sair. Dono do Clube nunca vai ser. O Contrato que o liga ao Clube vai acabar e depois, pergunto eu, acha que vai querer ficar por perto de um Clube que tem estado a destruir aos poucos? E o Sr. António José Fernandes, pelo que parece, gosta bastante desse RPS. Tenha juizo.

    Reply

  • António José Fernandes

    Dezembro 9, 2016 at 6:02 pm

    O gajo que escreveu esta porcaria, percebe tanto de futebol e da sua gestão, como de política…..isto é; Zero!!!

    Reply

Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS




Newsletter


Categorias


newsletter