23 Nov, 2017

Seferovic: o melhor arranque da carreira de águia ao peito

Daniel FariaAgosto 20, 20176min0

Seferovic: o melhor arranque da carreira de águia ao peito

Daniel FariaAgosto 20, 20176min0
Conheça melhor o reforço benfiquista que tem dado que falar neste início de época. Seferovic, sedento pelo golo, promete continuar a surpreender.

Haris Seferovic chegou para reforçar o ataque benfiquista para a nova época e começou de imediato a mostrar serviço, leia-se, golos. O suíço promete continuar a conquistar os adeptos benfiquistas através do seu instinto goleador, num arranque de época que tem criado expectativa na massa associativa “encarnada”.

Nada mais natural, uma vez que o avançado suíço tem apresentado uma média impressionante de golos. Quatro jogos oficiais, quatro golos, é o saldo do jogador helvético. 360 minutos coroados com quatro remates certeiros, “vitimando” o Vitória de Guimarães na supertaça e depois marcando a Sporting de Braga, Desportivo de Chaves e Belenenses.

Com os quatro golos apontados neste início de época, Seferovic conhece o melhor arranque de temporada na sua carreira, igualando já o seu registo de golos em toda uma época, número para conferir um pouco mais abaixo neste texto. Simplesmente “endiabrado”, o suíço vem se assumindo como reforço que pode acrescentar qualidade.

Um “aperitivo”, para já, que está a deixar “água na boca” dos benfiquistas, que começam a ganhar empatia com o avançado que promete fazer uma boa dupla com o brasileiro Jonas.

Convém também não esquecer a boa pré-época de Seferovic, que cotou-se como o melhor marcador da equipa nesse período, com três golos apontados.

Início de época de Seferovic promete, sendo um caso a seguir. (Foto: RR)

De facto, as primeiras impressões que ficam relativamente a Seferovic, é o seu poder de combate na frente de ataque, bem como o seu bom toque de bola. O suíço destaca-se ainda na forma como recepciona o esférico e procede ao passe, contribuindo para a boa dinâmica ofensiva da equipa, jogando simples e conferindo classe na frente juntamente com Jonas, procurando até ajudar em manobras defensivas.

Números nem sempre são de fiar

Olhando para o registo anterior nos clubes por onde passou Seferovic, qualquer responsável por contratá-lo ficaria apreensivo.  Por exemplo, os quatro golos apontados pelo jogador esta época correspondem já ao número total dos golos apontados pelo suíço na última temporada. Em 2016/17, ao serviço do Eintracht Frankfurt, da Bundesliga, o avançado apontou 4 golos em 29 partidas realizadas. Um número muito baixo para um jogador na sua posição, que vive de golos.

Seferovic tem comprovado até ao momento que os números por vezes são mentirosos, porque tudo depende de um conjunto de factores, desde a liga em que se está inserido, o clube, etc. O próprio já afirmou que no Benfica, por exemplo, as bolas chegam-lhe com mais qualidade, como que a justificar o grande arranque de época da sua parte.

A verdade é que o jogador mostra qualidade, mas a ver vamos se irá confirmar-se como goleador ao longo da época. A melhor época que Seferovic tem no currículo é a de 2014/2015, quando apontou 11 golos em 34 jogos pelo Eintracht Frankurt. A continuar assim, certamente caminhará para a sua melhor época de sempre, mas é prematuro fazer tal previsão, restando esperar para comprovar se o atleta consegue manter o nível que tem evidenciado.

Mas uma coisa é certa: pode-se afirmar que Seferovic conhece o melhor arranque da sua carreira. Se analisarmos como foi o seu ano passado, o último na Alemanha, o jogador apenas celebrou o 3.º golo da temporada ao… 15.º jogo oficial pelo E.Frankfurt. Posto isto, é dedutível a rápida adaptação do avançado a Portugal, prometendo continuar a surpreender.

Mais de 40 internacionalizações

Outro facto, é que Seferovic tem estatuto internacional, representado a seleção Suiça em mais de 40 ocasiões. O ponta-de-lança de 25 anos, com carreira feita na Europa e mais de 40 internacionalizações, teve como o ponto alto da carreira a consagração como campeão do mundo do escalão de sub-17, sendo o melhor marcador do torneio com cinco golos apontados. Depois dessa competição jovem, em 2010, os clubes europeus naturalmente ficaram interessados no suíço, que acabou por rumar à Fiorentina. Em Itália, o avançado não foi feliz, fazendo só três encontros na Fiorentina. Seguiram-se empréstimos ao Neuchatel Xamax e ao Lecce (2011/2012), com aparições muito discretas. Regressou depois à Fiorentina, onde realizou nove partidas e apontou um golo. Depois, novo empréstimo, ao Novara, onde mostrou algo mais, pois em 19 partidas assinou 10 golos.

Internacional pela Suiça, Seferovic é jovem mas detém já alguma experiência. (Foto: NM)

Seguidamente, rumou a Espanha, ao Real Sociedad, onde alinhou durante uma época, somando 39 encontros, com 4 golos apontados. Após a experiência em Espanha, rumou ao Eintracht Frankfurt, como já referimos, alinhando pelo clube alemão nos últimos três anos, antes de assinar pelo Benfica. Balanço na Bundesliga: 96 jogos, 19 golos, em três anos.

Seferovic goza por isso de alguma experiência, tendo passado já por campeonatos de grande nível. Apesar de ainda ser jovem – 25 anos -, está habituado aos grandes palcos, o que pode ser bom para o clube, que detém assim um jogador com qualidade e com experiência a nível europeu.

Inteligente e tecnicamente evoluído

Pelo que se viu até ao momento, não há dúvidas de que Seferovic é bom jogador, mostrando inteligência e técnica na sua relação com o esférico.

Quem aprecia um estilo de jogador móvel, inteligente e tecnicamente evoluído, um pouco à semelhança de Jonas, tem tudo para “apaixonar-se” pelo suíço. Por outro lado, quem acha que Seferovic é “matador”, terá que ter cuidado com as expectativas criadas, porque como se sabe no futebol tudo muda de um instante para o outro. Como já se disse, só o tempo determinará o rumo dos acontecimentos relativamente ao reforço benfiquista que tem despertado grande curiosidade neste arranque de campeonato.

Para já, sabe-se que com Seferovic em campo, o Benfica goza de uma maior em chegar à baliza pelo centro do terreno, sem depender tanto dos desequilíbrios individuais criados pelos homens das faixas, dado a sua mobilidade e entrega ao jogo.

Ataque benfiquista parece ter ganho um reforço de grande qualidade. (Foto: Google Images)

Em suma, estamos perante um possível caso de estudo. Muitos adeptos benfiquistas com certeza franziram o sobrolho quando consultaram o histórico do avançado suíço, em termos de golos, desconfiando e interrogando-se sobre o que tinha despertado a atenção para o mesmo ser contratado. Até agora, Seferovic tem calado os críticos, conquistando já alguns adeptos neste início de época.

Como se costuma dizer, o primeiro milho é para os pardais. Por isso, Seferovic será um caso interessante para seguir, ao longo da temporada. Quem sabe daqui a uns tempos, podemos até escrever um artigo sobre o jogador completamente diferente. No futebol, num instante passa-se do 8 ao 80 e vice-versa, portanto, o tempo encarregar-se-á de mostrar o “verdadeiro Seferovic”.


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS




Newsletter


Categorias


newsletter