22 Fev, 2018

3 prendas no sapatinho do Benfica: recuperar o que se perdeu

Rui MesquitaDezembro 26, 20175min0

3 prendas no sapatinho do Benfica: recuperar o que se perdeu

Rui MesquitaDezembro 26, 20175min0
O Natal já passou mas apresentamos hoje a lista de prendas do Benfica para dar a volta a uma época complicada.

O mercado de verão foi atarefado para os encarnados que venderam 3 peças fulcrais do seu tetra. Nenhum deles foi devidamente substituído e é nessas posições que fazemos a lista de desejos do campeão nacional. 2 jogadores a atuar em grandes campeonatos europeus e um argentino pronto para a Europa. Tudo isto e uma prenda bónus no final.

Neven Subotic

Um dos maiores problemas dos encarnados tem sido a defesa. Um problema acentuado com a saída de Lindelof e que não teve a compensação devida. Luisão tem melhorou nos últimos jogos, mas é débil contra adversários de peso. Rúben Dias entrou bem na equipa mas tem estado afastado por lesão. Jardel é pau para toda a obra mas não é um central de topo, algo que o Benfica precisa. E é aí que entra Subotic.

O sérvio é mundialmente conhecido e por bons motivos. Manteve-se como um dos jogadores influentes no Borussia Dortmund por 7 temporadas, algo só alcançado com muita qualidade. Subotic é um defensor de elite, algo que ajudaria no upgrade da defesa encarnada. Ofensivamente é uma arma nas bolas paradas (como todos os centrais encarnados).

Experiente e posicional, Subotic seria o substituto ideal para Luisão como o “patrão” da defesa, dando mais garantias que o brasileiro.

Seria uma prenda cara. Subotic está avaliado em 5M€ (segundo o site Transfermarkt) e só uma boa proposta faria o Borussia abdicar do sérvio. A sua nacionalidade poderia ser um trunfo, com a presença de Fejsa no clube da Luz.

Depois do empréstimo na época passada, Subotic pode ver com bons olhos uma saída para o Benfica.

Depois do empréstimo na época passada, um novo desafio seria bem-vindo (Foto: FIFA.com)

José Luis Gómez

Outra das posições desfalcadas no Benfica é a lateral direita. André Almeida é competente, mas não passa disso e Douglas está longe do desejado. José Luis Gómez já vem sendo apontado aos encarnados desde a saída de Nelson Semedo. O argentino do Lanús seria uma prenda interessante para o Benfica.

Rápido a atacar e “certinho” a defender. Gómez daria mais profundidade à ala direita sem comprometer a defesa. Um pouco ao jeito do que Semedo fazia no passado. Sem medo de arriscar nas incursões pela área contrária mas sempre concentrado na recuperação.

O lateral tem 24 anos e está pronto para o salto para a Europa. O Lanús pagou no verão 2,2M€ pelo seu passe mas neste momento este está já avaliado em 5M€. Seria por isso necessário abrir os cordões à bolsa. Na situação em que os encarnados se encontram não há muitas alternativas para salvar a época.

Se a adaptação de Subotic seria fácil a de Gómez mais fácil seria. 3 argentinos no plantel e teria um compatriota na sua frente: Salvio.

Gómez está no radar dos encarnados desde o verão (Foto: TyC Sports)

Andrea Consigli

A saída de Ederson deixou a baliza encarnada à deriva. Nem Varela nem Svilar agarraram o lugar com firmeza e a saída de Júlio Cesar só piorou a situação. Sem um guarda-redes de créditos firmados e com experiência inabalável os encarnados estão em problemas.

Consigli é o espelho daquilo que o Benfica precisa. Experiente, seguro e com provas dadas num grande campeonato. 6 anos na Atalanta e 3 no Sassuolo fazem de Consigli um dos guarda-redes mais conceituados da Série A. Controlo da área perfeito e bom nas saídas, Consigli é um guardião completo. É o que os encarnados precisam para estabilizar e corrigir os erros do verão.

Apesar disso, esta seria uma contratação de peso. Com 30 anos (dentro dos melhores anos para um guarda-redes) e com um valor de mercado de 8M€, o Benfica teria que pagar bem pelos seus serviços. Ainda assim, seria um passo importante na luta complicada pelo penta.

Um italiano de créditos firmados seria a solução para a baliza encarnada (Foto: Novantesimo)

Prenda bónus: Thomas Tuchel

Apesar da época desastrosa até ao momento, Rui Vitória não parece ter o lugar ameaçado. A direção confia no ribatejano, apesar da contestação de um grande número de adeptos. É nesse sentido que chega a prenda bónus: Tuchel. O alemão está desempregado desde o despedimento no Dortmund e seria um melhoramento astronómico em relação a Vitória.

Se Rui Vitória é forte na parte humana do jogo, Tuchel é-o na vertente tática. Ideias de construção bem consolidadas e de pressão alta mas eficaz. Tuchel é um dos melhores treinadores disponíveis no mercado e, caso Rui Vitória saísse, seria um excelente substituto.

Tuchel seria, também ele, um treinador caro. Mas valeria cada cêntimo já que elevaria o futebol encarnado e ainda viria a tempo de lutar pelo penta.

Tuchel é um dos melhores treinadores sem clube neste momento (Foto: Football Whispers)


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS




Newsletter


Categorias


newsletter