18 Ago, 2017

O currículo esquecido de Maxwell

Pedro NunesSetembro 24, 20163min0

O currículo esquecido de Maxwell

Pedro NunesSetembro 24, 20163min0

Imaginemos que somos o Diretor de Recursos Humanos de uma empresa de sucesso e há um cargo para o qual precisamos de contratar alguém. Não é preciso nenhum génio, nenhum talento que tenha uma média a roçar o 20 e que tenha um currículo recheado de atividades extra-curriculares. Só precisamos de alguém que cumpra. Alguém como o Maxwell.

Talvez os Diretores de Ajax, Inter, Barcelona e PSG tenham pensado exactamente assim. Talvez o perfil ideal naquele momento passasse por contratar não um jovem prodígio nem um jogador que fosse fazer a diferença e ganhar jogos. Exactamente porque as empresas não vivem só de CEO’s e nem só de astros e lendas vive o futebol. Não raras vezes esquecemo-nos daqueles jogadores que todo o treinador gosta de ter, que é útil e infalível quando é chamado. Natural do Cachoeiro do Itaperimim, no sudoeste brasileiro, Maxwell e muitas vezes um jogador esquecido pelos media, que procuram quem se notabilize faça capas de jornais. Um jogador cumpridor tanto ofensiva com defensivamente que até chega a fazer alguns golos, é tudo um que um treinador gosta de poder contar.

Em Paris, segue agora na sua quinta época, visto que o clube não viu maneira de abrir mão dos seus serviços, renovando-lhe o contrato por mais um ano neste verão. Mesmo com a chegada de Kurzawa na época passada, o lateral brasileiro alinhou em 28 partidas na liga, o que diz muito da sua utilidade e consistência exibicional. Desde que chegou, no início de 2011, alinhou em 125 partidas só da liga, seguindo como um dos jogadores de confiança dos técnicos que por já lá estiveram. Foi assim, aliás, com treinadores como Mancini, Mourinho, Guardiola e Ancelotti.

Não é para todos uma carreira que passe por Ajax, Inter, Barcelona e PSG. E sempre com tempos de jogo regulares. Ao todo, contando com um que ganhou ao serviço do Cruzeiros, Maxwell já somou 36 (trinta e seis títulos!) na sua carreira. Embora curiosamente nunca apareça naqueles rankings em que figuram sempre jogadores como Baía e Giggs, Maxwell é, em termos absolutos, um dos jogadores mais titulados do futebol.

Impossível falar de Maxwell e da sua carreira sem mencionar Zlatan Ibrahimovic. O acrobata sueco e o recatado brasileiro conheceram-se em Amesterdão e a amizade fortaleceu-se quando o avançado tinha vindo de Malmö de mãos a abanar e o amigo o ajudou-o financeiramente naquela altura difícil. “É a melhor pessoa do mundo”, assume Ibra. Zlatan tinha saído de Malmö para morar fora do país pela primeira vez como jogador de futebol, rumando a Amesterdão. A amizade durou durante 4 clubes e 10 títulos nacionais juntos, visto que ganharam a liga em todos os que representaram e não há mais futebolistas a terem ganho tanto juntos, em tantos clubes diferentes, como estes dois.

Foto: Pulse
Foto: Pulse

A grande mácula do curriculum-vitae de Maxwell está, sem sombra de dúvida, na sua (pouca) participação na seleção canarinha. A chamada por parte de Felipão ao Mundial de 2014 foi o prémio mínimo para um jogador que conta neste momento com apenas 10 internacionalizações. Estar tapado naquele lugar por lugar Marcelo ou na sombra de Roberto Carlos – chegou a ser convocado na altura mas sem ter chegado a jogar – não é a única justificação, visto que por lá já passaram vários jogadores praticamente desconhecidos. Um fenómeno que ainda procura explicação. Fora isso, está a ser uma carreira praticamente imaculada.

Foto: Goal
Foto: Goal


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter