23 Nov, 2017

Arquivo de Mercado - Fair Play

nasser-al-khelaifi-neymar-psg_17dfmruufjon21mmndpot3y1mv.jpg?fit=1200%2C675
Pedro NunesSetembro 14, 20174min0

Neymar e Mbappé foram as duas transferências mais badaladas do último defeso. Um comentário a esta nova política de transferências do PSG, que tem protagonizado autênticas novelas produzidas e financiadas pelo Qatar.

3333333333.png?fit=1174%2C754
João NegreiraAgosto 26, 20176min0

O mercado de transferências é sempre imprevisível e a 5 dias do fecho da janela de transferências, ainda existem algumas transferências que merecem a nossa atenção. O Fair Play conta-lhe os pormenores das transferências de Jesé para o Stoke City, de Matuidi para a Juventus e de João Cancelo para o Inter.

Jesé Rodríguez

O avançado espanhol de 24 anos, que fez a sua formação júnior no Real Madrid, foi transferido para o Stoke City. Já com 3 épocas completas nos madrillenos, o espanhol foi vendido para os franceses do Paris Saint Germain, na temporada 16/17, por 14 milhões de euros. No seu novo clube fez 14 jogos, sendo que no final do mercado de transferências de inverno foi emprestado ao clube da cidade que o viu nascer, Las Palmas. Acabou por voltar aos gauleses com esperanças de finalmente vingar nesta temporada 17/18, mas com a entrada de Neymar para o plantel ficou sem espaço e foi, novamente, emprestado, mas desta vez, ao Stoke City.

Ao fazer a sua formação e já ter bastantes minutos na equipa principal do Real Madrid, esperava-se que Jesé se afirmasse numa grande equipa europeia, mas não que fosse emprestado duas vezes. Contudo, com a saída de Arnautovic para o West Ham, o espanhol tem aqui uma boa oportunidade de relançar a sua carreira para um novo patamar, podendo ter várias oportunidades na equipa dos potters.

Numa liga tão competitiva e longa como a inglesa, Jesé não jogará sempre e não estará sempre a render o seu máximo, tendo que contar ainda que terá a concorrência de jogadores como Sobhi, Choupo-Moting, Xaquiri e Krkic. Apesar de tudo, o espanhol não tremeu no seu primeiro jogo, tendo feito o golo solitário da vitória do Stoke sobre o poderoso Arsenal. Já a começar tão bem, Jesé parece querer ficar com o lugar e aproveitar ao máximo o que este empréstimo poderá ter para lhe dar. No entanto, será sempre melhor para o Stoke valorizar e, por conseguinte, colocar em jogo, os jogadores que tem em sua posse definitivamente, o que poderá estar contra o espanhol.

O Paris Saint Germain não sentirá muito a falta de Jesé, justificando o empréstimo anterior sendo que tem várias opções para aquela posição. Ainda menos oportunidades teria, com a chegada do astro brasileiro, portanto Jesé tem nova oportunidade para relançar a carreira e os gauleses sempre conseguirão alguma valorização do seu jogador, recebendo ainda algo por ele.

Jesé, chegou, viu e marcou (Foto: Terra)

Blaise Matuidi

O internacional francês com dupla nacionalidade que fez 52 jogos na temporada passada pelos franceses do Paris Saint Germain, foi vendido a preço de saldo para a Juventus por 20 milhões de euros. Após 6 épocas a representar sempre os gauleses ao mais alto nível, o centrocampista muda agora de ares passando a jogar em terras transalpinas pela hexacampeã, La Vecchia Signora.

Os bianconeri têm contado sempre, desde há vários anos com um meio-campo de luxo, tendo jogadores como Andrea Pirlo, Paul Pogba e Arturo Vidal, e este ano não foi exceção. Juntando-se a Marchisio, Pjanic e Khedira (que também chegaram a jogar com os jogadores acima referidos), Matuidi entra para uma equipa que está habituada a ganhar em Itália e a chegar longe na Champions.

Contudo, com o italiano e o bósnio de pedra e cal no onze de Massimiliano Allegri, o francês terá dificuldade em impor-se e começar já a jogar de início. Será, sempre, uma boa opção aos 2, tendo ainda a concorrência de Khedira. Contando já com a sua vasta experiência e reconhecida qualidade, o médio terá, rapidamente, que perceber o que o seu novo treinador quer de si, comprovando o investimento. Será também uma mais valia sendo um jogador que consegue pegar no jogo e assumi-lo, tendo sempre um outro jogador a cobri-lo, mas sendo também um jogador com características defensivas importantes, conseguindo, em jogo, desempenhar as duas; o típico box-to-box, portanto.

Outra saída do plantel do PSG, talvez para cobrir o FairPlay Financeiro, após a compra astronómica de Neymar, mas que não fará grande diferença. O jogador foi o único a sair do plantel daquela posição, mas mesmo assim os franceses contam com uma boa profundidade no seu meio-campo não sendo preciso contratar mais ninguém para o substituir.

Matuidi vai passar a jogar com as cores da Juventus. (Foto: FourFourTwo)

João Cancelo

O lateral ofensivo português foi emprestado até junho de 2018 ao Inter de Milão. Num acordo em que os italianos ficam com a opção de compra, João Cancelo inicia a sua 2ª passagem fora de Portugal.

No Valência, foi sempre um jogador de grande importância tendo, na última época, feito 38 jogos, ajudando a equipa nas suas subidas vertiginosas para ajudar o ataque espanhol. O português que é um lateral direito de origem, jogou muitas vezes como extremo direito na temporada transata, tendo aqui a mais valia de ser polivalente, conseguindo jogar num par de posições. Com boas exibições na equipa Ché, foi chamado, pela primeira vez, à seleção nacional tendo marcado logo um golo na estreia; seguiram-se mais 2 golos num total de 5 jogos.

Todavia, contará com imensa concorrência para a lateral direita. Com D’Ambrosio, Nagatomo, Ansaldi e Santon (este último está lesionado) a poderem jogar nos dois lados da defesa, será difícil para João Cancelo entrar já na equipa inicial. Será, então, hipótese para jogar a extremo direito e lutar pelo lugar com Candreva (que pode estar de saída) uma posição que, como já foi dito, não lhe é estranha e que dá garantias ao seu treinador.

Um jogador como Cancelo, fará sempre falta a uma equipa como o Valência, sendo que para a lateral direita conta com Montoya, que está lesionado, e Nacho Vidal, que foi quem jogou o 1º jogo dos Ché da La Liga; para extremo direito, os espanhóis contam com Orellana e ainda Nani, que ainda está lesionado. De referir que este negócio de empréstimos foi uma troca de jogadores entre o Valência e o Inter, com o jogador luso a rumar a Itália e Kondogbia e Murillo a rumarem a Espanha.

João Cancelo, já com a sua nova camisola. (Foto: zerozero.pt – FC Internazionale)

 

O mercado é sempre especial! Traz novas oportunidades para os jogadores relançarem as suas carreiras, novos desafios depois de já terem uma carreira formada e também novas experiências para os mais inexperientes. Resta aos jogadores, comprovarem o investimento neles feito (seja ele pouco ou muito), e aproveitarem as oportunidades que lhes vão ser dadas ao longo da época.

 

 


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS




Newsletter


Categorias